Nathalie Mansoux

Nascida em Paris em 1974. Terminou o mestrado em Etnologia na Universidade de Paris X - Nanterre, em 1999. Depois de um ano lectivo em Lisboa, Nathalie mudou-se permanentemente em 2001. Desde então, ela tem trabalhado como realizadora e assistente de realização, traduções e legendagem em filmes para a Cinemateca Português - Museu do cinema e Festivais portugueses.
Em 2008 - 2009, ela co-dirigiu o documentário Femmes e construcción, sobre a construção de um centro comunitário para mulheres em Joal-Fadiouth, Senegal.

De 2005 a 2008, realizou e produziu o documentário Via de Acesso/Access Road, 82', sobre o processo de destruição de um bairro suburbano de Lisboa (Prémio TOBIS para Melhor Longa-Metragem Português, IndieLisboa'08). Em 2005, dirigiu Mémoires/Memórias, 7', um curta-metragem sobre uma viagem ao Brasil com sua filha. Em 2000 - 2001, ela co-realizou o documentário De paso por Juchitán: um retrato de uma cidade zapoteca no Sudeste do México famosa por ser uma sociedade matriarcal, 26', uma co-produção de Callysta Productions e Citizen TV (selecionado para o Documentário Malaposta Festival'01 e para Vozes contra el Silêncio/"Vozes contra o Silêncio", México DF,'02. Vencedor do Melhor Documentário, Ovarvídeo'02, Portugal).