TRÊS FILMES COM ESTREIA COMERCIAL A PARTIR DE SETEMBRO

14 | Aug | 2019

A TERRATREME prepara-se para estrear três longas-metragens nas salas de cinema nacionais, a partir de setembro, ao ritmo de um filme por mês: Campo de Tiago Hespanha, Tempo Comum de Susana Nobre e Alva de Ico Costa.

Depois de ter recebido o Prémio de apoio à produção no Festival de Locarno em 2018 e ter tido sua estreia mundial no Cinéma du Réel, Campo foi apresentado pela primeira vez no nosso país no IndieLisboa 2019, onde foi arrecadou o Prémio Melhor Realizador para Longa Metragem Portuguesa. Realizado por Tiago Hespanha, o filme parte da experiência da maior base militar na Europa, situada nos arredores de Lisboa, para refletir sobre a natureza das coisas, físicas e humanas, transcendentes e misteriosas. Campo é o primeiro de três filmes produzidos pela Terratreme a chegar às salas portuguesas, no mês de setembro.

Para o mês seguinte está marcada a estreia comercial de Tempo Comum, realizado por Susana Nobre. Este filme, que aborda questões como a maternidade e a família, tem já um longo percurso nos festivais de cinema nacionais e internacionais, como o Festival Internacional de Cinema de Roterdão e o London BFI e já teve estreia comercial no Reino Unido, França e Islândia.

Ainda Alva de Ico Costa, que teve a sua estreia na secção Bright Future do Festival Internacional de Cinema de Roterdão no passado mês de janeiro, estreia nas salas de cinema portuguesas no mês de novembro. Esta longa é sobre Henrique, um homem que vive sozinho no interior de Portugal, e que, depois de lhe ter sido retirada a custódia das filhas, sai em busca da psicóloga responsável pelo processo para se vingar.

Distribuição internacional
Além destas estreias nacionais, é de destacar o percurso que a Terratreme tem assumido ao nível da distribuição internacional. Ao longo de 2019, os filmes da produtora têm sido exibidos, fora do circuito dos festivais, em países como Brasil, Reino Unido, Islândia, Alemanha, França, Argentina, Itália, México, Uruguai e Noruega. O filme Campo, por exemplo, vai ser exibido na Alemanha e Brasil ainda este ano e vai ter estreia comercial em Espanha em 2020.
Além destes três filmes, que a Terratreme se prepara para lançar nas salas portuguesas, estão a ser exibidos durante 2019 no circuito comercial internacional, filmes como Ama-San de Cláudia Varejão (2016), Fábrica de Nada de Pedro Pinho (2017), Djon África de Filipa Reis e João Miller Guerra (2018) e Batida de Lisboa de Vasco Viana e Rita Maia (2019).
Para 2020 a Terratreme prepara lançamentos na Ásia e Médio Oriente.

Mais informações ou pedidos de entrevista:
Rita Bonifácio | press.terratreme@gmail.com | 918453750